sexta-feira, 30 de setembro de 2016


Na Geórgia: Papa reza pela paz na Síria e Iraque



(RV) - Francisco tornou-se hoje o primeiro Papa a entrar numa igreja da comunidade assírio-caldeia, ao visitar, nesta sexta-feira (30/09), a comunidade presente em Tbilisi, no último compromisso de seu primeiro dia de visita à Geórgia, onde rezou pelas populações da Síria e do Iraque, no âmbito desta sua 16ª viagem apostólica internacional.


“Senhor Jesus, uni à vossa cruz os sofrimentos de tantas vítimas inocentes: as crianças, os idosos, os cristãos perseguidos; envolvei com a luz da Páscoa quem está ferido no seu íntimo: as pessoas vítimas de abusos, privadas da liberdade e da dignidade; fazei experimentar a estabilidade do vosso reino a quem vive na incerteza: os exilados, os refugiados, quem perdeu o gosto pela vida”, disse, numa oração pela paz na igreja de São Simão, onde se cantou e rezou em aramaico, a língua falada por Cristo.


O rito caldeu remonta às origens do Cristianismo e tem particular importância na Síria e no Iraque; muitos dos fiéis desta comunidade vivem na diáspora. Francisco rezou pelas “vítimas da injustiça e da opressão”, pelos povos em guerra e “exaustos pelas bombas”.

“Senhor Jesus, estendei a sombra da vossa cruz sobre os povos em guerra: que eles aprendam o caminho da reconciliação, do diálogo e do perdão; fazei saborear a alegria da vossa ressurreição aos povos exaustos pelas bombas: levantai da devastação o Iraque e a Síria; reuni sob a vossa doce realeza os vossos filhos dispersos: sustentai os cristãos da diáspora e dai-lhes a unidade da fé e do amor. ”


A comunidade caldeia sobrevive há 2 mil anos sem nunca ter tido um rei ou um império cristão no território. Estes cristãos representam umas das mais antigas comunidades do Oriente, remontando ao Séc. II. A chamada Igreja Assíria do Oriente obteve a autonomia no Concílio de Markbata, em 492, com a possibilidade de eleger um patriarca com o título de ‘catholicós’.


Em 1830, o Papa Pio VIII nomeou o "Patriarca da Babilônia dos Caldeus" como chefe de todos os católicos caldeus; a sede deste patriarcado era Mossul, no norte do Iraque, e seria transferida para Bagdá em 1950, após a II Guerra Mundial. O rito caldeu é um dos cinco principais ritos do Cristianismo oriental.


No final da oração, o Papa cumprimentou os membros do Sínodo da Igreja Caldeia e, à saída do templo, soltou uma pomba branca, como gesto de paz. Francisco encerrou assim o primeiro dia da viagem à Geórgia, que se prolonga até domingo, dia em que se transfere para o Azerbaijão. Recordamos que em junho passado o Papa já tinha estado no Cáucaso, ao visitar a Armênia. (posted by NLira)


quarta-feira, 28 de setembro de 2016


É tempo de misericórdia
 



Cidade do Vaticano (RV) – “O perdão na Cruz” foi o tema da audiência geral desta quarta-feira (28/09). O Papa Francisco começou o encontro com os fiéis na Praça São Pedro com as palavras proferidas por Jesus: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”, e desenvolveu uma reflexão baseada no relato do evangelista Lucas sobre os dois malfeitores crucificados com Jesus, que se dirigiram a ele, cada um de um modo.
Desesperado, o primeiro o insulta: “Tu não és o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós! ”. Seu grito era angustiado, diante do mistério da morte, ele sabia que somente Deus podia dar uma resposta de salvação.
Jubileu, tempo de graça para bons e maus - Morrendo na cruz, inocente entre dois criminosos, cumpre-se a sua doação de amor e nos salvamos para sempre. Fica demonstrado que a salvação de Deus pode chegar a todos, em qualquer condição, mesmo a mais dolorosa. “Por isso, prosseguiu o Papa, o Jubileu é tempo de graça e misericórdia para todos, bons e maus, estejam em saúde ou na doença. Nada nos pode separar do amor de Cristo! ”.
“A quem está crucificado numa cama do hospital, a quem vive recluso num cárcere, a quem está encurralado pelas guerras, eu digo: Levantai os olhos para o Crucificado. Deus está convosco, permanece convosco na cruz e a todos se oferece como Salvador”. 
O bom ladrão que respeita Deus - O segundo malfeitor era o chamado ‘bom ladrão’. Suas palavras foram um modelo maravilhoso de arrependimento. Primeiro, ele se dirige a seu companheiro: “Nem sequer temes a Deus, tu que sofres a mesma pena? ”, uma expressão que evidencia o temor de Deus – não o medo de Deus – mas o respeito que Lhe é devido.
Continuando, o Papa explicou que “o bom ladrão se dirige diretamente a Jesus, confessa abertamente a própria culpa, invoca sua ajuda, o chama por nome, pede a Jesus que se lembre dele: é a necessidade do homem de não ser abandonado. Assim, o condenado à morte se torna modelo do cristão que se entrega a Jesus.
Perdão em gestos concretos - A promessa feita ao bom ladrão – “Hoje estarás comigo no Paraíso” - revela o pleno cumprimento da missão que o trouxe à terra. Desde o início até ao fim, Jesus se revelou como Misericórdia; Ele é verdadeiramente o rosto da misericórdia do Pai: «Perdoa-lhes, Pai, porque não sabem o que fazem». E não se trata apenas de palavras, mas de gestos concretos como no perdão oferecido ao bom ladrão.  
Concluindo, o Papa convidou todos a deixarem que a força do Evangelho penetre em nosso coração e nos console, nos dê esperança e a certeza íntima de que ninguém está excluído do seu perdão. (posted by NL)



Bispos católicos e anglicanos vão celebrar 50 anos de diálogo

Trinta e seis bispos, representando as comunidades católicas e anglicanas de todo o mundo, farão uma peregrinação a Cantuário e a Roma, para celebrar os 50 anos de diálogo oficial entre a Igreja Católica e a Comunhão Anglicana, iniciado oficialmente em 1966 com a “Declaração Comum” assinada por Paulo VI e pelo então Arcebispo de Cantuária, Michael Ramsey.
Em Cantuária, a peregrinação viverá o seu primeiro momento celebrativo com a peregrinação ao túmulo de São Tomás Becket, mesmo local onde, em 1982, João Paulo II e o então Arcebispo Robert Runcie rezaram juntos à “pedra fundamental” na história recente das relações entre católicos e anglicanos.
A iniciativa é uma promoção da Iarcuum (International Anglican-Roman Catholic Commission for Unity and Mission – Comissão Internacional pela Unidade e a Missão). A organização foi criada no ano 2000, como ponto de referência pastoral no diálogo entre Roma e Cantuária, e atualmente presidida pelo Arcebispo católico de Regina (Canadá) Dom Donald Bolen e pelo Bispo anglicano Dom David Hamid.
5 de outubro
No dia 5 de outubro será concluída a peregrinação e aberto um Simpósio acadêmico na Pontifícia Universidade Gregoriana. Mas o momento mais importante do dia será na Igreja São Gregorio al Celio, a igreja católica que teve como Prior o monge Agostinho, quando em 595 foi enviado pelo Papa Gregório a evangelizar as populações anglo-saxônicas.
Lá, o Papa Francisco e o Arcebispo Justin Welby rezarão juntos, presidindo um rito durante o qual, aos Bispos presentes, será confiado o mandato de prosseguir o diálogo na vida cotidiana das próprias comunidades.
Fonte: Notícias Católicas 


Arquidiocese de Natal recebe visita do Núncio Apostólico

O Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, estará na Arquidiocese de Natal, no período de primeiro a 3 de outubro. Ele vem pela primeira vez, à Arquidiocese, a convite do Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha.
Dom Giovanni chega à capital potiguar no próximo sábado, no início da tarde. Já, neste mesmo dia, fará visita à Pedra do Rosário, Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação (antiga Catedral), Catedral Metropolitana e Seminário de São Pedro.
No domingo, 2, pela manhã, o Núncio fará uma visita ao Mosteiro de Santa Teresinha e Nossa Senhora do Sorriso, em Emaús, e à comunidade de Cunhaú, em Canguaretama, onde aconteceu o martírio, em 1645. Às 17 horas, ele presidirá a missa, no Santuário dos Mártires, na Av. Miguel Castro, bairro de Nazaré, Natal.
No dia 3, às 9h, o Núncio irá à Comunidade Rio Potengi, em Natal, onde celebrará missa. Às 17h, presidirá missa, encerrando a festa dos Mártires, na Comunidade de Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante.

Neves: Gincana Bíblica alia competição e solidariedade

Os alunos das turmas dos 4º e 5º anos do Ensino Fundamental I do Colégio das Neves em Natal/RN demonstraram que sabem muito sobre a Bíblia, durante a Gincana Bíblica, realizada nesta terça-feira (27).

A iniciativa é tradição durante as comemorações do Mês da Bíblia. Na atividade, os alunos participaram de encenações, apresentaram paródias bíblicas, cantaram e trouxeram cartazes que representavam o cuidado com a natureza e o amor ao próximo. Para cumprir uma das provas, a garotada foi incentivada a doar livros infantis que serão entregues, nos próximos dias, a alunos da rede municipal de ensino.




terça-feira, 27 de setembro de 2016

Bote Fé Natal é dia 22 de outubro

O ministério de música “Missionário Shalom” é uma das atrações confirmadas para a segunda edição do Bote Fé Natal, que será realizado dia 22 de outubro próximo. O ministério “Missionário Shalom” foi uma das 30 atrações que participaram da primeira edição do evento, em 2012, e, neste novo formato, puxará o trio elétrico do Bote Fé.
Para esta segunda edição do Bote Fé Natal será explorado o tema “Na Trilha da Paz”, que pretende dar continuidade à “Campanha da Paz”, realizada, em agosto passado, pela Arquidiocese de Natal.
O evento, que em sua primeira edição reuniu cerca de 30 mil fiéis, também contará com a participação do show Sintonia do Bem, com cantores católicos locais, que fará a abertura.

CCRei aborda sobre refugiados na Europa

No dia 22 passado, os alunos do Colégio Cristo Rei em Patos/PB dos 9º anos, participaram do Júri Simulado, com o tema: A questão dos refugiados na Europa. 

Na ocasião, os educandos debateram sobre questões sociais, econômicas e culturais que envolvem o tema. 

Posteriormente, o corpo de jurados e os profissionais que contribuíram para o evento, receberam certificado de participação.



Arquidiocese celebra festa dos padroeiros do RN

No período de 25 de setembro a 3 de outubro, acontece a festa em honra dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, os padroeiros do Rio Grande do Norte. As celebrações acontecem no Monumento dos Mártires, na comunidade de Uruaçu, no município de São Gonçalo do Amarante. No período festivo, diariamente, às 19h, há adoração ao Santíssimo Sacramento, seguida de missa.


No dia 3, data em que a Igreja Católica celebra os Protomártires do Brasil, a programação será intensa. Pela manhã, serão celebradas três missas: às 7h, na Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante e no Monumento dos Mártires, em Uruaçu, e, às 9h, na Vila de Uruaçu. A partir das 10h, toda programação será desenvolvida no Monumento. 

Das 10 às 14h, haverá atendimento de confissões, recitação do terço e adoração ao Santíssimo Sacramento. Às 13h, show com a cantora potiguar, Fátima Santos, e, a partir das 15h, show com o Padre Nunes. Às 17 horas, será celebrada missa solene, presidida pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, concelebrada pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha.

Campeões mundiais confirmam presença em jogo pela paz

O Estádio Olímpico de Roma será palco, no próxima dia 12, da partida beneficente “Unidos pela paz”. É segunda edição da iniciativa promovida pelo Papa Francisco em apoio aos programas educativos e sociais da Fundação Scholas Occurentes, CSI, UNITALSI e AMLIB.
Entre outros atletas, os campeões mundiais Ronaldinho, Diego Maradona, Roberto Carlos, Fabio Capello, Antonio di Natale, Herna Crespo e Gianluca Zambrotta, já confirmaram presença.
Brasileiros
“Estou realmente feliz de voar para Roma para jogar da partida Unidos pela Paz”, disse Ronaldinho, ao responder positivamente ao convite para participar desta importante iniciativa.
Roberto Carlos, por sua vez, afirmou que “será uma grande noite, espero que tenha muita gente para estarmos todos unidos com o Papa Francisco pela paz no mundo”.
Conterrâneo de Francisco
O meia argentino, Diego Maradona, convidou aos amantes do esporte a darem sua “pequena contribuição no dia 12 de outubro à partida pela paz”.

domingo, 25 de setembro de 2016


JUVENTUDE AMOR DIVINO REALIZA XI ENCONTRO



O sucesso do trabalho desenvolvido pelos JAD e pelos Associados FDC deve-se ao trabalho das Filhas do Amor Divino, que representam o rosto da misericórdia por causa do seu carisma e espiritualidade.

 


Uma missa presidida pelo Arcebispo Emérito de Natal, Dom Heitor de Araújo Sales marcou o encerramento do XI Encontro Anual da Juventude Amor Divino (JAD). O Encontro desse ano contou com a participação de 86 jovens vindos de Assu e Nova Cruz/RN, Patos/PB e Barreira/Ce.

Esses jovens são acompanhados pelas Irmãs da Congregação Filhas do Amor Divino (FDC), e têm um compromisso de grande responsabilidade: divulgar ao mundo o carisma da Congregação – tornar o amor de Deus visível ao mundo. Além disso, eles ainda precisam colocar em prática, o lema da fundadora da Congregação, Madre Francisca Lechner: “Fazer o bem, alegrar, tornar feliz e conduzir ao céu”.

O Encontro JAD, contou com a coordenação geral de Irmã Judith Vieira (FDC), Victo Ruda e Iraneide Dantas e teve como palestrante o Irmão Juscimar Gregório Cruz, Filho de Santana, que abordou tema "O jovem e as obras de misericórdia". O tema foi escolhido, segundo o palestrante, porque estamos vivendo o Ano da Misericórdia.

Para explicar o tema, ele fez uma comparação entre as obras de misericórdia corporais e espirituais com o Programa de Vida da Madre Francisca Lechner, que em sua época já vivia essas obras, segundo explica o Irmão Filho de Santana. Ele explica ainda, que as obras de misericórdia são universais e consideradas como medidas para a salvação, na ótica cristã. “São importantes e devem ser realizadas porque possibilitam uma experiência do amor de Deus e nos faz ir além de nós mesmos”, diz ele.

Ao instituir o Ano da Misericórdia, o Papa Francisco instituiu três conceitos para ajudar-nos a viver estas obras, conforme destaca Irmão Juscimar. Ele afirma que devemos ser misericordiados, misericordiar. Ser misericordiado é expor o amor de Deus. Misericordiar é transmitir a exposição do amor de Deus. “É isso o que as Irmãs Filhas do Amor do Divino fazem ao se empenhar na criação de grupos como o JAD e como os Associados FDC”, destaca.

Ele ainda destaca a resposta dos jovens participantes do encontro, em relação à exposição do tema. Segundo ele, durante a explanação, eles eram apenas jovens. Depois, passaram a partilhar suas experiência e este foi um momento de muita emoção.

Para o Irmão Juscimar, mais uma vez a presença das Filhas do Amor Divino à frentes desses jovens é de fundamental importância. “Elas são a expressão do amor divino – mostrando na sua humanidade, o cuidado de Deus para conosco”.

Os jovens de Barreira/Ce são acompanhados pela Irmã Joana D’arc Vieira Dias; os de Patos/PB são acompanhados pela Irmã Jéssika Kaytty Caraciolo; os de Assu, recebem as atenções da Irmã Diana Cristina de Melo e os de Nova Cruz são acompanhados pela Irmã Auriane Chaves. (NL)




quinta-feira, 22 de setembro de 2016


Papa afirma: a vaidade é a osteoporose da alma

Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco celebrou missa na capela da Casa Santa Marta e em sua homilia, comentou o Evangelho do dia, que apresenta o rei Herodes inquieto porque, depois de matar João Batista, se sente agora ameaçado por Jesus.
Na nossa alma, afirmou o Papa, existe a possibilidade de sentir duas inquietações: uma boa, provocada pelo Espírito Santo para realizar boas ações, e outra má, que nasce da consciência suja. Herodes estava preocupado com o seu pai, Herodes o Grande, depois da visita dos Reis Magos. Os dois resolvem suas inquietações matando, passando sobre “o cadáver das pessoas”:
Avidez, vaidade e orgulho - Essa gente que provocou tanto mal, que fez mal e tem a consciência suja e não pode viver em paz, porque vive numa coceira contínua, numa urticária que não os deixa em paz... essa gente praticou o mal, mas o mal tem sempre a mesma raiz, todo mal: a avidez, a vaidade e o orgulho. E todos os três não deixam a consciência em paz; todos os três não deixam que a inquietação saudável do Espírito Santo entre, mas levam a viver assim: inquietos, com medo. Avidez, vaidade e orgulho são a raiz de todos os males”.
A primeira Leitura do dia, extraída do Livro do Eclesiastes, fala da vaidade: “A vaidade que nos enche. A vaidade que não tem vida longa, porque é como uma bolha de sabão. A vaidade que não nos dá um ganho real. Qual ganho tem o homem por toda a fadiga com a qual ele se preocupa? Ele está ansioso para aparecer, para fingir, pela aparência. Esta é a vaidade. Se queremos dizer simplesmente: "A vaidade é maquiar a própria vida. E isso deixa a alma doente, porque se alguém falsifica a própria vida para aparecer, para fazer de conta, e todas as coisas que faz são para fingir, por vaidade, mas no final o que ganha? A vaidade é como uma osteoporose da alma: os ossos do lado de fora parecem bons, mas por dentro estão todos estragados. A vaidade nos leva à fraude”.
Trapaceiros - Como os trapaceiros marcam as cartas” para vencer e, depois, “essa vitória é falsa, não é verdadeira. Esta é a vaidade: viver para fingir, viver para fazer de conta, viver para aparecer. E isso inquieta a alma". São Bernardo - recordou o Papa - disse uma palavra forte aos vaidosos: "Mas pense naquilo que você vai ser. Você vai ser comida para os vermes. E todo esse maquiar a vida é uma mentira, porque os vermes vão comer você e você não vai ser nada". Mas onde está o poder da vaidade? Levado pelo orgulho em direção do mal, não permite um erro, não permite que se veja um erro, cobrir tudo, tudo deve ser coberto”:
Jesus é o nosso refúgio - “Quantas pessoas conhecemos que parecem ..., ‘Mas que boa pessoa! Vai à missa todos os domingos. Faz grandes ofertas à Igreja’. Isto é o que se vê, mas a osteoporose é a corrupção que tem dentro. Há pessoas assim, - mas há pessoas santas, também! – Que faz isso. Mas a vaidade é isso: se parece com rosto de pequena imagem e, depois, a sua verdade é outra. E onde está a nossa força e segurança, o nosso refúgio? Lemos no Salmo: 'Senhor, tu tens sido o nosso refúgio de geração em geração". Por quê? E antes do Evangelho recordamos as palavras de Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida". Esta é a verdade, não a maquiagem da vaidade. Que o Senhor nos livre destas três raízes de todo os males: a avidez, a vaidade e o orgulho. Mas sobretudo da vaidade, que nos faz tanto mal”. (BF-SP)



quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Dom Jaime retorna de Roma e fala das expectativas para canonização dos Mártires

O Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, retornou de Roma, na noite desta segunda-feira, 19. Na capital italiana, ele foi tratar do andamento do processo de canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu. Na quarta-feira, 14, Dom Jaime teve uma audiência com o prefeito para a Congregação da Causa dos Santos, Cardeal Ângelo Amato. Também participaram do encontro, o postulador da Causa de Canonização dos Mártires, Frei Giovanni Califano, e o representante do processo de canonização, na Arquidiocese, Padre Júlio César Cavalcante. Na quinta, dia 15, às 11h30 (horário de Roma), o Arcebispo de Natal, acompanhado do arcebispo emérito de São Paulo, Cardeal Cláudio Hummens, teve uma audiência com o Papa Francisco.

Em agosto de 2015, Dom Jaime recebeu um telefonema do Cardeal Hummens, informando que havia conversado com o Papa sobre a possibilidade da canonização dos mártires potiguares. Em entrevista à Rádio Vaticano, na sexta-feira passada, o cardeal falou sobre como surgiu a intenção da canonização dos protomártires nativos do Brasil. “Levantei esta causa tempo atrás com o Papa Francisco, lembrando que ele havia canonizado outros beatos históricos antigos e que não há mais muita documentação a ser levantada. Ele já canonizou o Beato Anchieta, o Padre Fabro, um dos fundadores da Companhia de Jesus. Numa audiência que tive com ele, me recordei destes nossos mártires e pensei: ‘Por que não apresentar ao Papa esta questão?’ e escrevi em um memorando ‘se não era possível pensar numa canonização’. Ele reagiu muito positivamente e me disse para conversar com o Cardeal Amato, com o Presidente da CNBB e com o Arcebispo de Natal. Foi o que eu fiz”, disse o arcebispo emérito de São Paulo.

Próximos passos
De volta a Natal, Dom Jaime Vieira informou que, agora, a Arquidiocese precisa cumprir algumas providências, referentes ao andamento do processo de canonização dos Bem aventurados Padre Ambrósio Francisco Ferro, Padre André de Soveral, Mateus Moreira e companheiros mártires. Entre elas, está a difusão da devoção aos mártires, padroeiros do Rio Grande do Norte.
Em outubro próximo, o postulador, Frei Giovanni Califano, deve entregar o relatório final do processo de canonização ao prefeito da Congregação da Causa dos Santos, Cardeal Ângelo Amato. A partir da daí, o processo será avaliado por uma comissão de cardeais e teólogos da Congregação para, em seguida, ser encaminhada ao Papa.

Vaticano realiza concerto para ajudar vítimas de terremoto

A Gendarmaria vaticana (a polícia do Estado do Vaticano) está organizando no próximo dia 17 de dezembro – dia no qual o Papa Francisco completará 80 anos de idade – um concerto para arrecadar recursos a fim de ajudar as vítimas do terremoto que há algumas semanas destruiu o centro do país e causou aproximadamente 300 vítimas fatais. O evento será realizado na Sala Paulo VI.
O diretor do corpo, Domenico Giani, anunciou nas celebrações dos 200 anos da fundação da Gendarmaria e o começo da iniciativa “AVRAI” de Claudio Baglioni, um conhecido cantor e artista italiano.
“Queremos nos aderir ao que o Santo Padre nos pediu durante o discurso da Vigília de Oração pela festa da Divina Misericórdia no último dia 2 de abril, quando disse: ‘Que bonito seria que como uma lembrança, fosse construído em cada diocese um ‘monumento’ deste Ano da Misericórdia, uma obra estrutural de misericórdia: um hospital, um lar para idosos, para crianças abandonadas, uma escola onde necessitem, uma casa para ajudar os dependentes químicos… Podemos fazer muitas coisas…”
Giani recordou que na viagem do Papa à República Centro-africana, em novembro de 2015, a Santa Sé doou muitos remédios ao hospital de Bangui, capital do país.

Aluno Neves é convocado para a seletiva da Olimpíada Internacional de Astronomia

Entre os 12 estudantes do Rio Grande do Norte que foram pré-selecionados para participar da Olimpíada Internacional de Astronomia (OIA), um é do Colégio Nossa Senhora das Neves, em Natal. O anúncio foi feito na última sexta-feira (16), pela Agência Espacial Brasileira (AEB), instituição regularizadora da disputa no país.
São quatro provas online que os convocados devem fazer. A primeira está programada para o próximo sábado (25). Do Colégio das Neves, quem vai participar das seletivas é Pedro Saraiva Ramos, aluno da 1ª série do Ensino Médio. Saraiva é um dos três medalhistas de ouro e um dos 10 estudantes da escola a ganhar honrarias na fase nacional da competição deste ano.
Ao todo, serão chamados 150 estudantes do Brasil para competir na Olimpíada Internacional de Astronomia (OIA), que acontece na Índia, ainda sem data definida.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Melhorando a Educação Infantil

No Educandário Jesus Menino em Currais Novos/RN,  o início a reforma física da Educação Infantil, já preparando para 2017.

A diretora, Ir. Helena Guimarães acompanhando os trabalhos. 

O EJM não para de crescer No AMOR, NA EDUCAÇÃO E NA FÉ!! 

Santuário dos Mártires prepara festa dos padroeiros

De 23 de setembro a 3 de outubro, a Paróquia do Santuário dos Mártires, no bairro de Nazaré, em Natal, celebra a festa dos padroeiros, Bem Aventurados Mártires de Cunhaú e Uruaçu. A abertura dos festejos, no dia 23, será às 19h, com hasteamento das bandeiras e missa. A partir do dia 24, todas as noites, às 19 horas, será celebrada novena. A primeira, no dia 24, será presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha. Diariamente, após a novena, haverá, no pátio da Igreja, funcionamento de barracas, bazar e atrações musicais.
Os festejos serão encerrados dia 3 de outubro, com a seguinte programação: 8h30, procissão pelas principais ruas do bairro; 9h30, missa solene, presidida pelo Arcebispo emérito, Dom Matias Patrício de Macêdo, e, às 14h, romaria ao Monumento dos Mártires, em Uruaçu, São Gonçalo do Amarante.

Papa chega a Assis para encontro pela paz

O Papa Francisco desembarcou em Assis, na Itália, nesta terça-feira, 20, para participar da cerimônia de encerramento do Encontro Internacional pela Paz, em curso desde o último dia 18. O Santo Padre se unirá a mais de 500 líderes religiosos em uma oração ecumênica pela paz neste Dia Mundial de Oração pela Paz.
No aeroporto, Francisco foi acolhido pelo bispo da cidade, Dom Domenico Sorrentino, junto a autoridades institucionais, como a prefeita Stefania Proietti. Na chegada ao Sacro Convento, o Papa desceu do carro e logo se dirigiu ao Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu I, e também abraçou o Patriarca Siro Ortodoxo de Antioquia, Sua Santidade Ignatius Aphrem II, o primaz da Igreja na Inglaterra, Justin Welby, e também o fundador da Comunidade de Santo Egídio, Andrea Riccardi.
Em seguida, o Papa saudou pessoalmente cada um dos representantes das Igrejas e das religiões Mundiais, representantes institucionais, do mundo da cultura, os bispos da Úmbria e um grupo de refugiados que participou do encontro pela paz.
Na Basílica inferior de São Francisco, os cristãos terão a oração ecumênica, seguida da cerimônia conclusiva com todos os líderes das religiões do mundo. Para esse momento, é esperado o discurso do Papa e a leitura do Apelo de Paz, que será entregue a crianças de várias nações.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016


COMO AJUDAR ALGUÉM QUE SOFRE

COM DEPRESSÃO

 


A principal ajuda a uma pessoa que sofre de depressão deve vir da família. O carinho à pessoa será fundamental, e especialmente a presença das pessoas amadas. Estar junto da pessoa deprimida já é uma boa ajuda, mesmo que não se saiba exatamente o que fazer para ajudá-la. Normalmente esta pessoa está centrada em si mesma, vendo apenas os seus problemas. Sem alimentar a sua auto piedade, procure compreendê-la da maneira que for possível, sem julgá-la, condená-la ou culpá-la por estar deprimida.

Aos poucos vá lançando esperança em seu coração. Mostre-lhe que é possível sair desta situação se ela quiser, se não “entregar os pontos”. Procure mostrar a ela as muitas coisas boas que pode fazer por si mesma, pela família e pelos outros, gratuitamente. Não discuta com a pessoa e nem imponha a sua fé porque a pessoa pode se ressentir por causa da sua fraqueza. Leve-a lentamente a colocar os seus problemas, a tristeza, etc., nas mãos de Deus.

Tão logo ela esteja preparada e aceite, comece a rezar com ela. Ponha as suas mãos carinhosamente sobre ela e comece a pedir que o Espírito Santo venha ao seu corpo, à sua alma e sobre a sua mente, tocando o seu ser, mudando os seus pensamentos e a sua maneira de ver a vida.

Deixe que Jesus o guie pelo Espírito Santo e vá rezando pela pessoa, sem preocupação. Deixe Jesus agir, seja apenas um instrumento seu nesta hora. Sinta que tipo de oração a pessoa mais aceita e mais lhe faz bem; você pode usar a Bíblia, rezar um ou mais Salmos, meditar com a pessoa uma página do Evangelho, e sobretudo mostrar-lhe o amor de Deus nas palavras e atos de Jesus. Leve-a a ler a Bíblia.

Aos poucos vá tirando a pessoa de dentro de si mesma. Faça-a ver e ouvir os problemas dos outros e perceber que muitas vezes são maiores do que os seus. Leve-a a ajudar alguém de forma concreta e continuada. Ajude-a a fazer um programa de assistência a alguém que sofre ou a alguma instituição de caridade.

É recomendado também levar a pessoa a fazer alguma atividade física, uma boa caminhada, um passeio de bicicleta, ginástica, etc., todos os dias, especialmente nos horários em que a depressão é mais dura. Isto desintoxica a pessoa. Ajude-a a eliminar os sentimentos negativos e pessimistas. Ela precisa começar a lançar na sua mente, pela imaginação saudável, bons pensamentos.

A mente da pessoa deprimida precisa ser alimentada com bons pensamentos. Então, leve-a a ler algum livro bom, que aumente a sua autoestima, mostre-lhe o amor de Deus, o seu valor como pessoa humana. Talvez possa ser o livro A Luta Contra a Depressão“, e outros.

Aos poucos faça-a voltar para as suas atividades profissionais ou domésticas. Se é uma mãe, incentive-a a cuidar bem dos filhos, do esposo, e da casa. Faça-a ver que isto é importante para os outros e fundamental para a sua recuperação. Vá aos poucos, na medida que a pessoa tem condições de responder.

Não tente ser muito alegre ou muito otimista com quem está deprimido; isto pode lhe parecer “um teatro” de sua parte. São Paulo manda “chorar com os que choram e alegrar com os que se alegram”. A pessoa deprimida pode se irritar com qualquer comportamento exagerado, mesmo que bem intencionado. Vá sempre devagar, avançando aos poucos, respeitando a pessoa, com gentileza e delicadeza.

Não deixe a pessoa deprimida tomar qualquer decisão importante para a sua vida ou para a sua família durante este período; ela não está em condições de decidir bem. Oriente também a pessoa a buscar um tratamento médico e psicológico, especialmente nos casos mais agudos de depressão, especialmente quando há ideias de suicídio. E não a faça deixar de tomar os medicamentos que o médico receitou.

Em alguns casos de depressão será necessário um prolongado tratamento médico. Os medicamentos com fluoxetina aumentam a serotonina e ajudam a vencer a depressão. Siga o médico e não deixe de rezar.

“O enfrentamento final entre Deus e Satanás’’

Em entrevista concedida a La você, di Padre Pio, em março de 2015, o cardeal Carlo Cafarra conta que escreveu uma carta à Irmã Lúcia pedindo orações. Na época, João Paulo II lhe confiou a tarefa de fundar o Instituto Pontifício para os Estudos sobre Matrimônio e Família, do qual, hoje, ele é professor emérito. 
“No início desse trabalho – explica Cafarra – escrevi à Irmã Lúcia, por meio do bispo, porque não era permitido fazê-lo diretamente. Inexplicavelmente, ainda que eu não esperasse uma resposta (porque só lhe pedia orações pelo projeto), depois de poucos dias recebi longa carta de punho e letra dela – carta esta que se encontra, atualmente, nos arquivos do Instituto. ”
Nessa carta, Irmã Lúcia, escreve que o enfrentamento final entre o Senhor e o reino de Satanás será sobre a família e sobre o matrimônio. “Não tenha medo, acrescentava, porque quem trabalha pela santidade do casamento e da família será sempre combatido e odiado de todas as formas, porque este é o ponto decisivo”. A coluna que sustenta a Criação.
A freira de Fátima afirma que Nossa Senhora esmagou a cabeça de Satanás. E Cafarra conclui: “Advertia-se também, falando com João Paulo II, que este era o ponto central, porque toca na coluna que sustenta a Criação, a verdade sobre a relação entre o homem e a mulher, e entre as gerações. Quando se toca a coluna central, todo o edifício cai, e é isso que estamos vendo agora, neste momento, e nós o sabemos.”

Projeto de extensão em Filosofia oferece curso sobre a questão de gêneros na perspectiva de Edith Stein



O projeto de extensão “A Filosofia e as Mulheres – Ciclo de Debates e Atividades”, irá oferecer entre os dias 20 e 22 de setembro, o curso “A questão de gêneros na perspectiva fenomenológica em Edith Stein”. Os encontros realizar-se-ão na sala 125 da Central de Integração Acadêmica da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Campus de Campina Grande, das 15h às 17h. Estão sendo oferecidas 50 vagas para alunos do curso de Filosofia da Universidade ou demais interessados no tema.

Para se inscrever, o estudante deve procurar a coordenação do Curso de Filosofia, de 13 a 16 de setembro, ou enviar um e-mail informando o nome completo e o curso, para o seguinte endereço: principiumfilosofia@gmail.com. O responsável por ministrar o curso será o professor da UEPB, Fernando Monteiro.

Esta é mais uma atividade do Principium – Núcleo de Estudo e Pesquisa em Filosofia Medieval/CNPq, que tem como coordenadora do projeto a professora Maria Simone Marinho Nogueira. Os alunos que comparecerem receberão certificado com carga de seis horas/aula.


Texto: Givaldo Cavalcanti


O MISTÉRIO DA SANTÍSSIMA TRINDADE



Antes de tudo é preciso explicar que a palavra “mistério” não quer dizer algo que seja
impossível de existir ou de acontecer; mistério é apenas algo que a nossa inteligência não compreende. Se você, por exemplo, não é físico, a teoria da relatividade de Einstein é um mistério para você, mas não é para os físicos. Se você não é biólogo a complexidade da célula, dos cromossomos e dos genes pode ser um mistério, mas não é para aquele que estudam tudo isso.

Ora, Deus é um Mistério para todos nós, porque a Sua grandeza infinita não cabe na nossa inteligência limitada de criatura. Se entendêssemos Deus, este não seria o verdadeiro Deus. O Criador não pode ser plenamente entendido pela criatura; isto é lógico, é normal e é correto. Depois de tentar de muitos modos desvendar o Mistério da Santíssima Trindade, Santo Agostinho abdicou: ‘Deus não é para ser compreendido, mas para ser adorado! ”

A criatura adora o seu Criador, mesmo sem o compreender perfeitamente. O pecado dos demônios foi não querer adorar a Deus seu Criador; quiseram ser deuses.

O Mistério da Santíssima Trindade é o mistério central da fé e da vida cristã. Só Deus pode-se dar a conhecer, revelando-se como Pai, Filho e Espírito Santo. Foi Jesus sobretudo quem revelou o Pai, Ele como Deus, e o Espírito Santo; isto não foi invenção da Igreja.

A verdade revelada da Santíssima Trindade está nas origens da fé viva da Igreja, principalmente através do Batismo. “A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todas vós” (2Cor 13,13; cf. 1Cor 12,4-6; Ef 4,4-6) já pronunciavam os Apóstolos.

Deus é o Infinito de todas as potencialidades que possamos imaginar. Ele é Incriado; não foi feito por ninguém, não teve princípio e não terá fim; isto é, é Eterno. A criatura não é eterna, pois um dia ela começou a existir; não era, e passou a ser, porque o Incriado a criou num ato de liberdade plena e de amor. O fato de você existir já é uma grande prova do amor de Deus por você; Ele quis que você existisse e o criou.

Deus é espírito (Jó 4, 24) não é feito de matéria criada, pois foi ele quem criou toda matéria que existe fora do nada; logo não poderia ter sido feito de matéria. Muitos têm dificuldade de entender a existência de um ser não carnal, espiritual, como os Anjos, Deus e a nossa alma; mas eles existem de fato. Ora, você não vê a onda eletromagnética que leva o sinal do rádio e da TV, mas você não duvida de que ela exista. Da mesma forma você não pode ver os anjos e a alma, mas eles existem.

Deus é Perfeitíssimo; Nele não há sombra de defeito ou de erro; Ele não pode se enganar e não pode enganar ninguém; não pode fazer o mal. Ninguém pode acusar Deus de fazer o mal; Ele só pode fazer o bem. Ele pode “permitir” que o mal nos atinja para a nossa correção (Hb 12, 4ss) e mudança de vida; mas Ele nunca pode criar o mal e nos mandar o mal. O mal vem da nossa imperfeição como criatura e do nosso pecado (Rm 6,23).

A Virgem de Czestochowa testemunha a possibilidade da transformação do homem



Fala-se, igualmente, da misericórdia de Deus, no município de Cracóvia (Polônia). O prefeito responsável pela promoção da cidade estava orgulhoso de ilustrar o investimento dos serviços públicos no apoio e acompanhamento da JMJ (Jornada Mundial da Juventude): “Na televisão pública haverá um programa de informações consagrado à JMJ, (24 horas por dia”. ─ Ele prometeu e manteve sua palavra.
Os jovens peregrinos da JMJ foram convidados a se voltar, igualmente, para “Maria, Mãe de misericórdia”. Sobretudo, no santuário da Virgem de Czestochowa, localizado a 150 quilômetros a noroeste de Cracóvia. Neste importante local da espiritualidade polonesa, o ícone da Virgem "Hodigitria" (“aquela que indica o caminho”) é venerado, desde a Idade Média. O Papa Francisco lá esteve, em 28 de julho de 2016, para comemorar os 1.050 anos do batismo da Polônia.
“A Virgem de Czestochowa", explica o Reitor do santuário de Czestochowa, “testemunha a possibilidade de o homem ser transformado, para sair do pecado e viver na graça de Deus. Maria é Mãe de Misericórdia, porque leva seus filhos pela mão, para conduzi-los a essa transformação. ”


sábado, 17 de setembro de 2016


FELIZ ANIVERSÁRIO!

As Filhas do Amor Divino reuniram-se na tarde deste Sábado, dia 17/Setembro/2016, para render graças a Deus pela vida de Irmã Mª de Fátima Ferreira de Sousa - FDC, que comemora mais um ano de vida. A festa surpresa, encheu de alegria a aniversariante, que foi brindada com muitos presentes, discursos e a presença de muitas irmãs com as quais iniciou sua caminhada religiosa. À Irmã Fatima Sousa, nossos mais sinceros votos de muita saúde, paz, alegria e vida longa!

quarta-feira, 14 de setembro de 2016






O 13º dia: um novo filme sobre Fátima



“Meu nome é Lúcia dos Santos. Aos 10 anos, um evento extraordinário mudou a minha vida para sempre. Fui tocada pelo sobrenatural e abençoada com um segredo. Um segredo que guardei sem reservas. Neste momento, meus superiores me pediram que eu escrevesse todas as lembranças que mantive guardadas em meu coração”. 
É com estas palavras que se inicia o filme “O 13º dia”, realização que retraça os cinco meses vividos, intensamente, entre 13 de maio e 13 de outubro de 1917, por Lúcia, 10 anos, e seus primos Francisco, 9 anos e Jacinta, 7 anos.
Um novo filme sobre os acontecimentos em Fátima, “O 13º dia”, objetivando fazer-nos compreender de que forma os três jovens videntes viveram as aparições de Fátima. Com este filme, o espectador torna-se ciente das pressões enfrentadas pelos pastorinhos, da coragem e da absoluta confiança que tinham na Virgem Maria.
Mesmo sendo por parte de seus pais ou das autoridades eclesiásticas e civis, as tentativas dos adultos jamais conseguiram desviá-los de seu compromisso com a “Senhora”, que era o de nada revelar sobre os segredos que lhes foram confiados... Mesmo quando foram levados, à força, à sede do governo e ameaçados de serem mergulhados em um caldeirão de óleo fervente, eles não cederam, mas rezaram o terço com os companheiros de prisão!